ESPÍRITO SANTO
Sigla: ES
Habitante: Espírito-santense, Capixaba

Bandeira do Estado do Espírito Santo

Região Sudeste
O Espírito Santo se localiza a leste da Região Sudeste e integra com os estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo a chamada Faixa de Desenvolvimento da Região Sudeste.

Alguns dos principais portos do Brasil estão no Espírito Santo, tais como Vitória, Tubarão, Ubu, Capuaba. Seu complexo portuário é considerado um dos mais eficientes do país, escoando produtos do estado e do outras regiões. Vitória, por ter um porto bem equipado e preços competitivos, se tornou a principal porta de entrada de veículos no mercado brasileiro.

Outra importante fonte de renda do estado é a cafeicultura, cujas lavouras produzem cerca de 20% do total nacional, gerando por volta de 500 mil empregos. O Espírito Santo também produz e comercializa diferentes tipos de frutas, favorecido pelos climas tropical e temperado.

O problema da falta de energia afeta a expansão do setor industrial, uma vez que o Espírito Santo gera apenas 18% do total que consome. O estado possui oito áreas para exploração de petróleo, embora produza apenas 1% do total produzido no país, ao contrário do que arrecada com a extração de mármore e granito ornamentais, ocupando a liderança nacional no setor.

Pontos Turísticos
Guarapari, conhecida pelas praias de areia monazítica
Itaúnas, famosa pelas dunas de areia, que chegam a 30m de altura

Fatos Históricos
A capitania do Espírito Santo foi criada em 1534, tendo sido Vasco Fernandes Coutinho seu primeiro donatário. O cultivo da cana-de-açúcar se desenvolve com rapidez. A produção e a exportação de açúcar nos inúmeros engenhos passa a ser a principal atividade econômica da capitania. A presença de piratas franceses e os ataques de parte da população indígena local provocaram a mudança da sede da capitania, Vila Velha, para Vila Nova, atual Vitória. Os problemas com os índios diminuíram com a chegada do padre José de Anchieta e outros jesuítas, em 1587. As invasões holandesas e o crescimento da mineração de ouro e diamante em Minas Gerais, nos séculos XVII e XVIII, provocaram o declínio da economia canavieira.

A recuperação da economia do Espírito Santo se deu com o cultivo do café e o trabalho de imigrantes europeus. A produção e comercialização do café promoveram o desenvolvimento do estado, que investiu na construção de estradas de ferro e melhorias de infra-estrutura. Na década de 30, o preço do café cai. Mesmo assim, continua a desempenhar, ao lado da cana-de-açúcar, importante papel na economia do estado.

A instalação, nos anos 70, de grandes projetos industriais voltados para a exportação, como as empresas estatais Companhia Vale do Rio Doce e Companhia Siderúrgica de Tubarão, traz benefícios à economia do Espírito Santo. Ainda assim, o estado continua a investir na agricultura, o que permite um rápido crescimento econômico.

Dados Gerais

Localização: Leste da Região Sudeste
Área: 46.047,30 km2
População:  3.097.232
Relevo: baixada litorânea (40% do território) e serras (interior)
Ponto mais elevado: pico da Bandeira na serra do Caparaó (2.889.8 m)
Rios principais: Doce, São Mateus, Itaúnas, Itapemirim, Jucu
Vegetação: floresta tropical, vegetação litorânea
Clima: tropical
Hora local: horário de Brasília
Capital: Vitória
Habitante: vitoriense
População: 292.304
Data de fundação: 8/9/1551

Dados estatísticos, governo, economia, saúde, transportes, telecomunicações, visite os sites 
www.es.gov.br
e www.ibge.gov.br

Saiba mais sobre outros estados ....

Voltar


© Copyright 2001-2005. Gen Produções Culturais Ltda.
Todos os direitos reservados.